Como fidelizar clientes? 4 dicas para gerar consumidores fiéis

A preocupação em fidelizar clientes deve estar no centro da estratégia organizacional, afinal, são eles que dão sentido ao empreendimento. A maior obrigação de uma empresa é fazer clientes, a segunda maior é conquistá-los por um longo prazo.

Nesse processo, é preciso saber agir de forma criativa, bem como encontrar um diferencial em relação à concorrência. Tornar a jornada de compra mais simples e construir uma cultura centrada no cliente são exemplos de ações que podem ser usadas.

Pensando nisso, criamos um guia para você. Conheça 4 dicas para gerar consumidores fiéis e mantê-los por longo prazo. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

1. Construa uma cultura centrada no cliente

A cultura da empresa é um importante elemento, capaz de moldar a forma como os funcionários veem o que é feito no dia a dia. Ao construir uma cultura com foco no cliente, é possível colocá-lo no centro da empresa, fazendo com que todas as decisões sejam tomadas pensando nele.

Nesse caso, simples ações fazem toda a diferença. Nas reuniões entre executivos, o CEO da Amazon, Jeff Bezos, costuma carregar uma cadeira vazia para a sala e informa que nela está sentada a pessoa mais importante, o cliente — e todas as decisões devem ser tomadas pensando nele.

2. Melhore o atendimento oferecido

Diversas organizações preocupam-se em criar estratégias mirabolantes para fidelização, mas não cuidam do pilar mais básico: o atendimento. Segundo pesquisa, em 2015, 86% dos clientes migraram para a concorrência por insatisfação com o atendimento, fazendo com que as empresas brasileiras perdessem US$ 217 bilhões.

Então mantenha os profissionais capacitados para atender com qualidade, prontidão e eficiência. É um grande erro deixar de considerar a qualidade do atendimento na fidelização.

3. Direcione o foco para o cliente certo

A falta de foco é um grande problema na estratégia de fidelização, afinal, é impossível conquistar a todos os clientes. Quanto maior o foco, maior será a eficácia da estratégia. A questão é: como saber quais clientes mais importam? É preciso conhecer as 4 categorias de clientes:

  1. lucrativos e fiéis;
  2. lucrativos e não fiéis;
  3. não lucrativos e fiéis;
  4. não lucrativos e não fiéis.

Foque no público de número 1 e 2, representado pelos clientes que oferecem lucro para a empresa. Os demais também devem ser considerados, mas em estratégias genéricas e de menor intensidade.

4. Construa uma estratégia pós-venda

Diferentemente do que muitos acreditam, o verdadeiro relacionamento com o cliente só começa após a venda, ou melhor, a emissão da nota fiscal. Nunca deve-se pensar nos clientes como uma única transação financeira, aliás, seu lifetime value vai muito além disso.

Então não esqueça de implementar novos canais de comunicação — como e-mail ou redes sociais —, enviar mensagens em datas comemorativas ou oferecer descontos em vendas recorrentes. Use uma ou várias dessas estratégias, assim, ótimos resultados serão alcançados.

Veja, agora você está por dentro do assunto! Aproveite para aplicar nossas dicas e construir um relacionamento longo e lucrativo com o público de interesse, baseado em respeito e credibilidade. Toda a empresa é beneficiada com clientes fiéis.

Pronto para fidelizar clientes? Gostou do conteúdo? Então compartilhe-o nas redes sociais e espalhe essas dicas entre os amigos!

Share