Aumente sua produtividade com a “Regra dos 10 minutos”

Psicoterapeuta criou técnica simples para aumentar a produtividade com a Regra dos 10 minutos. Saiba como usá-la no seu dia a dia.

Na vida de um empreendedor, que conta normalmente com poucos recursos e tem muitas tarefas para resolver, ser produtivo é fundamental. Mas, por inúmeros fatores como mídias sociais, aplicativos de mensagens e tudo que a internet tem a oferecer podem atrapalhar o empreendedor em sua rotina. A produtividade baixa, por sua vez, pode levar à procrastinação – o pensamento que “é melhor fazer amanhã o que não pôde ser feito hoje”. É desta forma que o trabalho vai se acumulando.

No entanto, uma técnica com duração de apenas 10 minutos pode ajudar o empreendedor a fazer mais em menos tempo. O “truque” é uma criação da psicoterapeuta americana Amy Morin. Ela é autora do livro: “13 coisas que as pessoas mentalmente fortes não fazem”.

Sobre o livro

Um dos ensinamentos do livro, lançado em mais de 20 países, é que as pessoas precisam se manter estimuladas para prosseguir em suas tarefas do dia a dia. Por sua vez, uma das formas de mantê-las engajadas é mostrar que elas estão cumprindo pequenas metas a cada etapa de seu trabalho.

Amy Morin concluiu que uma boa forma de evitar a procrastinação é a chamada “Regra dos 10 minutos”. A técnica funciona da seguinte forma: Diga a si mesmo, no decorrer da tarefa, que você vai focar totalmente no trabalho em questão por 10 minutos. Depois desse período, você pode decidir continuar trabalhando ou fazer qualquer outra coisa.

De acordo com a psicoterapeuta, 90% das pessoas continuam trabalhando após os primeiros 10 minutos. “Elas percebem o quanto avançaram na realização da tarefa em um tempo tão curto e se sentem confiantes o suficiente para terminar o trabalho o mais rápido possível”, diz Amy Morin.

Medo de falhar

A especialista afirma que o medo de falhar na realização da tarefa atrapalha a produtividade e consequentemente leva à procrastinação. Com a “Regra dos 10 minutos”, entretanto, o medo e a preguiça perdem força.

Amy Morin recomenda que, a qualquer momento em que você esteja relutante a executar uma tarefa, trabalhe nela por 10 minutos ininterruptamente. “É muito provável que a vontade de procrastinar saia de você. Vale a pena tentar”, diz a psicoterapeuta.

E você, acha que vale a pena tentar por em prática a Regra dos 10 minutos?

Inscreva-se

Gostou deste post? Então se inscreva para receber quinzenalmente artigos, matérias e pesquisas da área de gestão de negócios. Aproveite também e siga nossas redes sociais como FacebookInstagram e Linkedin.