Entenda como fazer uma gestão de fornecedores eficiente

Uma das melhores formas de se obter vantagem competitiva no mercado é por meio de uma boa gestão de fornecedores. Confiança, materiais de qualidade, preços diferenciados e suporte são características de um relacionamento bem estruturado entre ambas as partes.

Além disso, é claro, é preciso saber garimpar, em meio aos inúmeros fornecedores, empresas sérias e dispostas a crescer utilizando vantagens de parceria.

Continue a leitura e descubra como escolher os melhores fornecedores do mercado e ainda conseguir fidelizá-los, por meio de acordos ganha-ganha.

Utilize um método de homologação eficiente

A boa gestão de fornecedores começa já na escolha dos que entrarão para o time. Isso porque as matérias-primas, produtos e mercadorias disponibilizados têm um impacto direto na qualidade da entrega e na produtividade. Algumas características que podem ser esperadas dos fornecedores:

  • pontualidade nas entregas;
  • preço acessível e material de qualidade;
  • oferecimento de apoio técnico;
  • antecedentes estáveis;
  • regularidades fiscais.

É interessante lembrar que cada tipo de fornecedor exige um processo de homologação diferente. Alguns mais complexos, outros mais simples. Isso varia de acordo com a importância do material oferecido para a produção da empresa e do porte do contratado.

Algumas das técnicas de homologação mais utilizadas são a visita a campo para conferir se há o cumprimento de pré-requisitos, o desenvolvimento de questionários de valor, a Matriz de Krajlic, que segmenta os fornecedores em quadrantes de risco e categorias de produtos, e a curva ABC, que realiza a divisão por nível de faturamento.

Mantenha-se atualizado sempre!

Acompanhe o exemplo: após um longo processo de homologação, pesquisas e testes, sua empresa constrói enfim uma carteira sólida de fornecedores e se dedica então ao gerenciamento desses profissionais, ignorando o que acontece no mercado. Isso é um erro grave! A gestão de fornecedores jamais pode desconsiderar outras opções, mesmo que os atuais contratados estejam dando conta do serviço.

Como sabemos, o mercado é muito dinâmico, problemas acontecem todos os dias, preços sobem e descem, empresas expandem, mudam de objetivo e nessa montanha-russa de acontecimentos aquele fornecedor que sua empresa ignorou no passado pode ter se especializado a ponto de oferecer novas condições de negócio.

Por isso é essencial manter uma certa rotatividade no cadastro de fornecedores e de tempos em tempos avaliar se não existem propostas mais interessantes e econômicas disponíveis. Isso fará com que a economia na contratação de matéria-prima seja constante.

Utilize o método ganha-ganha em sua gestão de fornecedores

Uma excelente maneira de fidelizar seus fornecedores e estreitar ainda mais os laços comerciais é por meio de acordos ganha-ganha, um tipo de negociação que visa privilegiar ambos os envolvidos no tratado. Esse tipo de proposta é essencial para dar mais vantagens competitivas ao seu negócio, entenda o porquê:

Imagine que sua empresa deseja realizar um pedido no fornecedor com a demanda suficiente para suprir 7 dias, mas também precisa de prazo estendido para o pagamento, já que depende do recebimento de clientes para pôr dinheiro no fluxo de caixa. Esse tipo de acordo só beneficia a sua empresa, pois o fornecedor precisará vender a prazo com preço de compra à vista.

Por outro lado, você pode oferecer também um acordo de fidelização garantindo que nas semanas seguintes você também adquirirá desse fornecedor a matéria-prima necessária. Nesse caso, ele perde uns dias na venda da primeira semana, mas garante negócio para o restante do mês. As chances de acordo são muito maiores, não é verdade?

O que você precisa fazer para que um acordo ganha-ganha possa ser estabelecido com sucesso:

  • expor claramente as suas necessidades e como os fornecedores podem satisfazê-las;
  • citar os aspectos especiais de negociação para ambos os lados;
  • definir uma equipe influente para mediar as reuniões;
  • ouvir e respeitar algumas condições estabelecidas pelo fornecedor. Lembre-se de que fazer concessões também é obrigação sua.

Gerenciar fornecedores é muito mais do que realizar pedidos de compras: envolve relacionamento interpessoal, estratégia e muita pesquisa. O bom relacionamento é aquele em que ambas as partes estão satisfeitas. Se seguir por esse caminho, sua empresa certamente obterá vantagens interessantes nessas transações.

Ficou com alguma dúvida em relação à gestão de fornecedores? Gostaria de acrescentar mais informações? Utilize o espaço para comentários abaixo, sua opinião é muito importante!

Share